Com chuvas, Sistema Cantareira tem nível de água estabilizado

  • Por Jovem Pan
  • 17/02/2014 16h16

O nível do sistema Cantareira, que abastece nove milhões de pessoas em São Paulo, se estabilizou depois de 30 dias de queda. O índice de armazenamento das represas está em 18,5% – não caiu e nem subiu com a chuva dos últimos dias.

O governador Geraldo Alckmin garante que, por enquanto, é possível segurar o racionamento. “Com as chuvas do final de semana, os nossos outros sistemas, Alto Cotia, Alto Tiete, Rio claro, Rio Grande e Guarapiranga encheram mais e o Cantareira parou de cair”, afirma. “Os próximos dias serão importantes. A população deu uma boa resposta ao bônus e houve uma economia de mais de 1 metro cúbico no consumo.”

Ele ressalta ainda que já está em construção o sistema produtor São Lourenço. “Nós vamos fazer pra região de Campinas dois grandes reservatórios. E para São Paulo, que depende muito do Cantareira, já está contratada a PPP que irá trazer água do rio São Lourenço. Isso representará 6% a mais no sistema metropolitano”, afirma Alckmin

A obra deverá ficar pronta em quatro anos e vai representar um aumento de seis por cento para o abastecimento de água da Grande São Paulo