Comissão quer ampliar reforma trabalhista e oposição já fala em obstruir projeto

  • Por Jovem Pan
  • 17/02/2017 06h38

O Plenário da Câmara dos Deputados analisa a MP 746/16Câmara dos Deputados - Ag. Brasil

Sem grandes debates, a reforma trabalhista que tramita na Câmara pode ser ampliada ainda mais e chegar a assuntos polêmicos.

PT, PSOL e PCdoB já disseram que não vão nem discutir a proposta. O projeto como chegou à Câmara será obstruído, segundo decisão destes partidos.

O resumo da proposta é que o legislado pelo acordo pode ser modificado. O acordo entre sindicatos de trabalhadores e patronais, segundo o projeto, valeria acima da legislação trabalhista.

O deputado Goulart (PSD-SP), vice-presidente da comissão, quer ampliar o debate sobre as mudanças. Ele quer ir além: “virou indústria e, infelizmente, a justiça trabalhista é muito cara”.

O líder do PT, Carlos Zaratini, decidiu evitar a reforma trabalhista e garantiu que não há descuido neste assunto: “vai prejudicar muito o trabalhador”.

O Governo é contra até mesmo a proposta de aliados de aumentar o conteúdo da reforma. Segundo aliados de Temer, foi um erro chamar um projeto simplificado de reforma.

*Informações do repórter José Maria Trindade