Companhia boliviana LaMia divulga nota e lamenta acidente que matou 71 pessoas

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2016 06h22
Reprodução TwitterAvião da LaMia que há um ano levaria elenco da Chapecoense à Colômbia

A companhia boliviana LaMia divulgou nota lamentando o acidente com avião da Chapecoense que deixou 71 mortos na semana passada.

No texto, a empresa diz expressar profunda tristeza pela perda dos passageiros e colegas no voo LM 2933.

A LaMia afirma que os pensamentos e preces estão com as famílias daqueles que perderam pessoas amadas, assim como os que sobreviveram à tragédia e pelos quais rezam por uma pronta recuperação.

A empresa prossegue dizendo que está trabalhando junto à investigação do acidente na Colômbia e com as autoridades relevantes na Bolívia e em outros lugares para que possamos entender propriamente a causa desta tragédia.

Uma semana após o acidente, o quadro de saúde dos quatro brasileiros que sobreviveram segue evoluindo.

Nesta segunda-feira (05), o jornalista Rafael Henzel divulgou um áudio dizendo que ganhou uma segunda chance de Deus: “está tudo bem, estamos avançando. Deus me deu uma segunda chance (…) O importante é que estamos vivos e prontos para a próxima”.

Segundo a equipe médica do Hospital San Vicente, em Rionegro na Colômbia, o quadro mais preocupante é do zagueiro Neto, que segue sedado e entubado.

Os jogadores Alan Ruschel e Jackson Follman já estão quase se sentando no leito, o que é considerada uma grande evolução pela equipe médica.

*Informações do repórter Anderson Costa