Confira aqui o que você não ouviu em “Os Pingos nos Is” de 03/05/2017

  • Por Jovem Pan
  • 03/05/2017 14h24

O que Reinaldo Azevedo, Victor LaRegina e Vitor Brown não comentaram nesta quarta-feira (03), você confere aqui:

MORO X DIRCEU – O juiz Sergio Moro expediu nesta quarta o alvará de soltura para o ex-ministro José Dirceu. Em sua decisão, Moro determinou o uso de tornozeleira eletrônica e definiu que o petista não poderá deixar a cidade de Vinhedo (SP), onde reside. Dirceu terá que entregar seus passaportes à PF e está proibido de sair do país. Além disso, o ex-ministro não poderá conversar com outros réus e testemunhas nas ações penais que responde na Lava Jato.

DALLAGNOL X STF – Coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol afirmou, em suas redes sociais, que a decisão do STF de mandar soltar José Dirceu é “incoerente” e que o ex-ministro recebeu “tratamento diferenciado”. O procurador disse que “chama a atenção” que os mesmos ministros que decidiram pela saída de Dirceu da prisão – Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski – “votaram para manter presas pessoas em situação de menor gravidade, nos últimos seis meses”.

STF X STJ X PIMENTEL – A maioria dos ministros do STF entendeu que o Superior Tribunal de Justiça não precisa de autorização prévia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais para abrir ação penal contra o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT). O resultado abre caminho para que seja tomada a mesma decisão em ações contra normas fixadas para outros estados, que têm processos aguardando julgamento pelo Supremo.

AÉCIO X FURNAS – O senador Aécio Neves prestou depoimento ontem à PF no inquérito de Furnas, que apura se ele recebeu propina do ex-diretor da estatal Dimas Toledo. A defesa do mineiro disse que ele respondeu todas as perguntas. Delatores da Lava Jato, como o ex-senador Delcídio do Amaral e executivos da Odebrecht, relataram que Toledo atuava em Furnas sob grande influência de Aécio.