Confira aqui o que você não ouviu em “Os Pingos nos Is” de 21/04/2017

  • Por Jovem Pan
  • 20/04/2017 14h51

O que Reinaldo Azevedo, Victor LaRegina e Vitor Brown não comentaram nesta sexta-feira (21), você confere aqui:

LÉO X TRÍPLEX – Léo Pinheiro, da OAS, também declarou que “o apartamento era do presidente Lula”. O executivo se referia ao tríplex de Guarujá. O advogado do petista Cristiano Zanin Martins questionou: “O senhor entende que deu a propriedade do apartamento para o presidente?” O empreiteiro então respondeu: “O apartamento era do presidente Lula. Desde o dia que me passaram para estudar os empreendimentos da Bancoop já foi me dito que era do presidente Lula e sua família e que eu não comercializasse e tratasse aquilo como propriedade do presidente”.

LULA X DEFESA – Em nota, a defesa do ex-presidente Lula se pronunciou sobre o tema. Em certo trecho, o texto afirma: “Léo Pinheiro no lugar de se defender em seu interrogatório na Décima Terceira Vara Federal Criminal de Curitiba, contou uma versão acordada com o MPF como pressuposto para aceitação de uma delação premiada que poderá tirá-lo da prisão. Ele foi claramente incumbido de criar uma narrativa que sustentasse ser Lula o proprietário do chamado triplex do Guarujá. É a palavra dele contra o depoimento de 73 testemunhas, inclusive funcionários da OAS, negando ser Lula o dono do imóvel”.

GOLEIRO X BRUNO – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a revogação da liminar do ministro do STF Marco Aurélio Mello, que permitiu a soltura do goleiro Bruno, condenado pela morte da ex-namorada Eliza Samudio. Bruno foi solto em 24 de fevereiro e espera o julgamento do habeas corpus na primeira turma do Supremo. Além disso, Janot solicitou que os ministros indefiram o pedido de habeas corpus feito pela defesa.