Confira aqui o que você não ouviu em “Os Pingos nos Is” de 27/04/2017

  • Por Jovem Pan
  • 27/04/2017 15h08

O que Reinaldo Azevedo, Victor LaRegina e Vitor Brown não comentaram nesta quinta-feira (27), você confere aqui:

GREVE – Parte do sistema de transporte público deve ser afetado, nesta sexta, com a adesão de metroviários, ferroviários da CPTM e motoristas de ônibus à greve geral contra as reformas trabalhista e da Previdência. A Justiça de São Paulo concedeu uma liminar contra a paralisação pelos sindicatos dos metroviários e ferroviários. A decisão é contra greve total ou parcial das categorias e estabelece multa de R$ 937 mil a cada um dos sindicatos envolvidos no caso de descumprimento. Para tentar amenizar os transtornos, o rodízio de carros e a zona azul foram suspensos na capital paulista.

CATEGORIAS – O Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos pediu ajuda ao MTST para paralisar as atividades dos aeroportos de Congonhas e Guarulhos. De acordo com a entidade, a ideia é que apenas 30% dos funcionários mantenham a operação padrão, como determina a lei. O MTST e as frentes Brasil Popular e Povo sem Medo também organizam uma manifestação a partir das 17h desta sexta no Largo da Batata. O plano é seguir em passeata em direção à casa do presidente Michel Temer. Outras categorias que devem participar da greve em São Paulo são os professores das redes pública e particular, bancários, metalúrgicos e motoboys.

MPT – Em nota, o Ministério Público do Trabalho defendeu a greve geral anunciada para amanhã. O texto lembra que “greve é um direito fundamental assegurado pela Constituição” e chama o movimento programado pelos sindicatos de ‘resistência justa e adequada dos trabalhadores’. O comunicado reclama que as reformas trabalhista e da Previdência não foram devidamente discutidas com os representantes dos trabalhadores.

DUQUE – Segundo a Folha, o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque protocolou um pedido ao juiz Sérgio Moro para ser interrogado novamente no processo em que é acusado de receber propina quando estava na estatal. Na primeira vez que foi interrogado, ele permaneceu em silêncio. De acordo com uma pessoa próxima ao ex-diretor, Duque teria prometido “abrir a caixa de ferramentas” e “abrir a porta do inferno”, contando “tudo o que sabe” do esquema de corrupção na Petrobras.

CONTAS – As contas do governo federal tiveram um deficit primário de R$ 11 bilhões em março. Trata-se do maior rombo para o mês em 21 anos e um crescimento real de 34% na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pelo Tesouro Nacional.

PEZÃO X RIO – O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, pediu ajuda federal nesta quinta, após cinco mortes em seis dias no Complexo do Alemão. De acordo com Pezão, o estado tem 4.000 policiais militares formados e não pode contratá-los por falta de dinheiro. Pezão quer que o presidente Michel Temer aumente a ajuda da Polícia Rodoviária Federal na fiscalização da entrada de fuzis e outros armamentos pelas rodovias federais.