Confira a edição completa de “Os Pingos nos Is” desta terça-feira (15/07/2014)

  • Por Jovem Pan
  • 15/07/2014 19h03

No programa Os Pingos nos Is desta terça-feira Reinaldo Azevedo, Mona Dorf e Patrick Santos falaram sobre a sabatina da Jovem Pan, em parceria com o SBT, a Folha de S.Paulo e UOL, que teve a participação do candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB). Ele reforçou as críticas à presidente Dilma Rousseff, mas afagou o ex-presidente Lula. De acordo com Campos, Dilma será a primeira presidente do ciclo democrático a deixar o cargo com o país pior do que quando recebeu. O candidato ainda afirmou que seu embate é contra Dilma e não contra o ex-presidente petista.

Os baderneiros presos no sábado, principalmente no Rio de Janeiro, também foram assunto no programa desta terça-feira. Os amigos de Gilberto Carvalho, os black blocs e a fadinha da esquerda, a Elisa Quadros Sanzi, conhecida como Sininho se organizavam, segundo um laudo do Esquadrão Antibombas, para cometer crimes em protesto marcado pela redes sociais para a decisão da Copa do Mundo, no último domingo. Um casal desses baderneiros, preso pela polícia, guardava uma bomba de fabricação caseira com capacidade para provocar, ouçam só(!), até mortes. O artefato continha 140 gramas de pólvora – para se ter uma ideia, o rojão que matou o cinegrafista Santiago Andrade tinha 60 gramas.

Outro tema debatido na bancada foi a guerra entre Israel e palestinos. Durou apenas seis horas o acordo de cessar-fogo entre eles. A trégua foi proposta pelos israelenses e rejeitada pelo braço armado do Hamas, que continuou lançando foguetes a partir da Faixa de Gaza. Um desses projéteis, inclusive, resultou na primeira baixa israelense até agora no confronto. O exército do país não informou as circunstâncias da morte, nem o local onde ocorreu, apenas que se tratava de um civil.

Confira no áudio acima esses e outros assuntos na íntegra do programa desta terça-feira.