Corregedoria da PM apura denúncia de tortura no interior de SP

  • Por Jovem Pan
  • 23/03/2017 08h16
Polícia Militar

Corregedoria da Polícia Militar apura denúncia de tortura, no interior do Estado de São Paulo, contra dependentes químicos.

A denúncia foi feita pela Ouvidoria por um soldado, de que comandantes da região de Botucatu e Laranjal Paulista teriam ordenado “guerra contra as drogas” dentro de presídios. A ordem seria torturar e matar dependentes químicos.

Em Laranjal Paulista, consta a denúncia de que houve uma morte, após um suposto tiroteio com PMs. Em Botucatu, um jovem sofreu agressões físicas com um ferro de passar roupa.

Ouvidor das polícias, Júlio César Fernandes Neves, encaminhou a denúncia ao delegado diretor da área, ao Ministério Público e à Corregedoria da PM.

A Secretaria da Segurança Pública informou que a Corregedoria da PM vai instaurar inquérito. A Polícia Civil também vai apurar as denúncias.

*Informações do repórter Felipe Palma