CPI da Merenda deve votar prorrogação dos trabalhos por 60 dias

  • Por Jovem Pan
  • 03/11/2016 06h27
CPI da Merenda

CPI da Merenda na Assembleia Legislativa vota prorrogação dos trabalhos por 60 dias nas próximas reuniões.

Os deputados não se encontraram nesta semana em virtude do feriado e devem fazer duas sessões, na terça (08) e na quarta-feira (09), como compensação.

O requerimento para a prorrogação foi proposto pelo relator da comissão, Estevam Galvão, do Democratas.

O presidente da CPI, deputado estadual do PSDB Marcos Zerbini, disse que a base governista não deve se opor à continuidade dos trabalhos.

“Já existe requerimento do relator para que seja prorrogada a CPI em função de terem muitas pessoas a serem ouvidas. Eu acredito que os deputados vão votar a prorrogação da CPI”, afirmou.

Dos nove integrantes titulares da CPI da Merenda, oito pertencem à base aliada ao governador Geraldo Alckmin.

O único opositor, Alencar Santana Braga, do PT, afirmou que há muitas pessoas a serem ouvidas e que não existe justificativa para parar os trabalhos.

“Eu creio que é inevitável por que por qual justificativa vai se encerrar? “não tem que ouvir as pessoas convocadas? Não tem que fazer as acareações? Não temos que analisar mais documentos?”, questionou.

Os integrantes da comissão devem se reunir no fim da manhã desta quinta-feira (03) com o procurador-geral de Justiça, Giampaolo Smanio.

Os parlamentares querem saber se investigados pela Alba Branca podem se negar a prestar depoimento à CPI depois de terem firmado acordo de delação.

*Informações do repórter Tiago Muniz