Criança é atingida por bala perdida em SP e moradores fecham via em protesto

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2017 06h08
Criança é atingida por bala perdida em SP e moradores fecham via em protesto - rep

Criança é baleada durante confronto entre PMs e suspeitos, e populares promovem protesto na região da Vila Prudente, Zona Leste de São Paulo. Pelo menos cinco ônibus foram depredados durante a manifestação realizada na noite desta quarta-feira (01) na Avenida Professor Luís Ignácio de Anhaia Melo.

Moradores de uma favela, localizada na Rua Dianópolis, entre os viadutos Capitão Pacheco e Chaves e Grande São Paulo, atearam fogo em madeiras, lixo e outros objetos em protesto contra o tiro que atingiu a menina Ana Vitória Rodrigues, de seis anos.

A bala que feriu o ombro da criança foi disparada durante uma troca de tiros entre suspeitos e PMs da ROCAM após perseguição até o interior da favela. A criança foi socorrida por parentes e encaminhada ao Hospital Municipal Doutor Ignácio de Proença Gouveia, na Mooca, onde permanece internada, mas fora de perigo.

Assim que souberam que uma criança havia sido baleada, moradores se revoltaram e um grupo decidiu interditar a avenida. Durante o protesto, cinco coletivos foram depredados, dois deles Via Sul Transportes Urbanos, que faziam as linhas entre o Terminal Mercado e o Terminal São Mateus e entre este e o Museu do Ipiranga.

A Polícia Militar impediu que um dos ônibus fosse incendiado, mas o coletivo ficou atravessado na via, assim como um furgão dos Correios, que foi roubado pelos vândalos e por pouco não teve a carga saqueada.

Por volta das dez horas na noite, policiais militares do Batalhão de Choque chegaram ao local e dispersaram os manifestantes.

*Informações do repórter Paulo Edson Fiore