Crivella: Rio não tem recursos para pagar servidores a partir de setembro

  • Por Jovem Pan
  • 26/04/2017 07h54
O candidato ao cargo de governador do Rio de Janeiro, classificado para o 2º turno, Marcelo Crivella (PRB, fala à imprensa (Fernando Frazão/Agência Brasil)Marcelo Crivella em 2014 - ABR

A cidade do Rio de Janeiro não tem recursos para pagar os salários de servidores a partir de setembro, de acordo com o prefeito Marcelo Crivella.

Ele culpa seu antecessor e a crise econômica por este momento caótico nas finanças municipais. Algumas medidas já estão sendo pensadas para se enfrentar a crise na cidade do Rio, incluindo reforma da Previdência municipal, renegociação de dívidas com bancos federais e redução de isenção de impostos municipais.

A estimativa é que a Previdência municipal do RJ tenha um déficit de aproximadamente R$ 3 bilhões em 2017. Segundo Crivella, em breve, um projeto terá de ser enviado à Câmara municipal para tratar do assunto.

“Previdência do Rio está quebrada. É uma pena, porque havia bilhões que foram gastos nesta euforia de obras de Olimpíadas etc, colocando em risco o pagamento de aposentados e pensionistas. Para setembro não há mais caixa para pagar os salários”, disse o prefeito.

*Informações do repórter Rodrigo Viga