Descriminalizar o uso de drogas não acaba com o tráfico, diz desembargador

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2017 09h48
tráfico de drogas - DIV

Descriminalizar o uso de drogas não acaba com o tráfico no Brasil, diz presidente da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo.

O desembargador Renato de Salles Abreu Filho avaliou que é possível mudar a legislação sem ter que adotar essa medida. De acordo com ele, descriminalizar o uso de drogas é um crime gravíssimo contra a saúde pública brasileira.

Em entrevista à jornalista Izilda Alves, o desembargador Renato de Salles Abreu Filho classificou a hipótese como prejudicial.

Renato de Salles Abreu Filho explicou ainda que, se houver descriminalização, os impostos irão aumentar o valor das drogas. Portanto, o desembargador ressaltou que os traficantes irão continuar vendendo por um preço menor.

O presidente da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo alertou para outro perigo da descriminalização. Segundo ele, a atitude não acaba com o tráfico, aumenta a violência e vai contra a saúde pública.

Confira: