Descumprimento de decisão do STF não chega a ser novidade para o Congresso

  • Por Jovem Pan
  • 07/12/2016 09h36
Congresso Nacional Brasileiro

O descumprimento de decisão liminar do Supremo Tribunal Federal não chega a ser uma novidade para o Congresso.

Só do ministro do Supremo Marco Aurélio foram três descumpridas, além desta última envolvendo o afastamento do senador Renan Calheiros da presidência do Senado.

O ministro assinou duas liminares para a posse do deputado Chico Brígido, mas a Câmara não atendeu e ganhou.

Depois, Marco Aurélio deu liminar ao Rede Sustentabilidade para a instalação da comissão processante do impeachment de Michel Temer. “Os partidos não indicaram os integrantes e pronto”, ressalta o repórter José Maria Trindade.

Agora há o caso de Renan Calheiros, que, segundo juristas, pode até ter a prisão pedida pelo ministro do STF.

Confira as informações do repórter José Maria Trindade: