Desvalorização do real pode ser positiva, mas depende da política, diz especialista

  • Por Jovem Pan
  • 06/01/2016 12h22
SÃO PAULO, SP ? 24.09.2015: ALTA DO DÓLAR ? Dólar tem alta é cotado a R$4,24 na manhã desta quinta-feira (24). (Foto: Aloisio Mauricio /Fotoarena/Folhapress) ORG XMIT: 1000523Alta do Dólar

 Após forte avanço na véspera, dólar recua 1% e encerra a R$ 3,99 para a venda nesta terça-feira (05/01). A moeda americana subiu em várias partes do mundo um dia antes em meio a preocupações sobre a economia da China. Devido às tensões econômicas e políticas no Brasil, a variação frente ao real foi mais acentuada e a moeda americana iniciou a semana acima de R$ 4.

O estrategista Luciano Rostagno lembra que as perspectivas do mercado são de muita volatilidade e incertezas para o investidor: “Já era esperado que a moeda brasileira voltasse a se desvalorizar frente ao dólar. Eu acho que a perspectiva é a moeda ficar acima dos R$ 4 por todo o ano”.

O Banco Popular da China injetou quase 20 bilhões de dólares nos mercados, a maior atuação desde setembro de 2015. Em entrevista a Denise Campos de Toledo, o economista André Perfeito explica porque descarta uma explosão do dólar: “Justamente porque o real se desvalorizou, a gente começa a ter saldo comercial e isso acaba trazendo dólares para o Brasil. Estamos vendo uma possibilidade de elevar os juros em janeiro. O Brasil é o país que mais paga juros do mundo e isso se manter é bom. Mas tudo está pendurado nesse imbróglio político”.

Os economistas têm como certo o novo rebaixamento da nota de avaliação do Brasil, desta vez pela agência Moody’s. O país só deve sustentar uma boa entrada de dólares por conta dos juros altos e do saldo comercial garantido pela queda das importações.