Detido pela GCM em SP, pichador alega que queria se expressar

  • Por Jovem Pan
  • 08/02/2017 06h52
“ENTREGA DE VIATURAS DA GUARDA CIVIL METROPOLITANA” DATA: 23/09/2013 – segunda-feira HORA: 10h30 LOCAL: Vale do Anhangabaú - Centro O Prefeito FERNANDO HADDAD, acompanhado do Senhor ROBERTO PORTO, Secretário Municipal de Segurança Urbana e do Inspetor GILSON MENEZES, Comandante Geral da Guarda Civil Metropolitana, participa da solenidade de entrega de viaturas à Guarda Civil Metropolitana e conhece as viaturas do Projeto “Crack é Possível Vencer”.Guarda Civil Metropolitana (GCM) - DIV

Guarda Civil Metropolitana prende jovem após pichação de muro na Avenida 23 de Maio, na região central de São Paulo.

A abordagem ocorreu na manhã desta terça-feira (07) quando o rapaz foi flagrado pela Central de Monitoramento da Prefeitura em uma das alças de acesso do túnel.

Ele concluiu a pichação e caminhou em direção à sede da administração municipal, onde foi detido pela GCM.

A guerra contra os pichadores tem sido uma das principais bandeiras da gestão do tucano João Doria à frente da Prefeitura.

O guarda civil, Antônio Marcos Borges, explicou que o jovem não apresentou resistência e alegou que queria se expressar: “abordagem tranquila, não reagiu. Simplesmente alegou que queria falar com o prefeito, se expressar”.

Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Proteção à Cidadania, que é a responsável pelo registro de crimes ambientais.

O jovem, que não teve a identidade revelada, não tinha antecedentes criminais.

*Informações do repórter Anderson Costa