Dilma virou abajur apagado no canto de sala, diz senador Ricardo Ferraço

  • Por Jovem Pan
  • 17/03/2016 11h09
BRASÍLIA, DF, BRASIL, 14-03-2011, 13h00: O senador Ricardo Ferraço, autor do pedido da sessão especial, discursa no plenário do Senado Federal, em Brasília (DF), durante sessão especial destinada a comemorar o 90º aniversário de fundação do jornal Folha de S.Paulo. (Foto: Sérgio Lima/Folhapress, PODER)Ricardo Ferraço

 O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), em entrevista exclusiva à Jovem Pan, falou que além de tentar obstruir a Justiça, Dilma perde seu valor político com entrega de ministério ao ex-presidente Lula: “O Brasil está estarrecido com essa estratégia escancarada da presidente brasileira, por conta de tudo que ficou evidenciado, da tentativa de obstruir a Justiça. Ela está abrindo mão de seu cargo de presidente, virou um abajur apagado no canto de sala, transferindo o ministério ao ex-presidente acusado de ter cometido diversos crimes”.

Ferraço critica a possibilidade de um parlamentar defender o governo e afirma que a sociedade acompanha todos os movimentos: “Não há solução com Dilma e essa quadrilha que tomou conta do estado brasileiro. (…) Não é possível que um parlamentar vá se curvar a essa vergonha que acontece em nosso País. A sociedade questiona a democracia representativa”.

Com a defesa dos procedimentos legais, o senador espera que a votação do processo de impeachment seja breve: “Tem que ser rápido, a coisa tem que ser feita respeitando o contraditório, o estado democrático de direito, mas tem que ser rápido para evitar a exposição da economia brasileira. A economia sempre pode piorar, o poço nunca é tão fundo. Tem que ser rápido, mas respeitando as regras”.