Dois homens incendeiam ônibus na região de Itaquera, na zona leste de SP

  • Por Jovem Pan
  • 02/08/2016 06h12
SP - ÔNIBUS INCENDIADO/ZONA LESTE - GERAL - Ônibus é incendiado por bandidos na região de Itaquera, Zona Leste de São Paulo (SP), na noite desta segunda-feira (1). Segundo a SPTRANS, o motorista trafegava pela Avenida José Pinheiro Borges, quando foi abordado por dois criminosos em um ponto. Dois suspeitos armados entraram no coletivo e ordenaram que os passageiros descessem. Na Rua Cândido Godói, na Vila Brasil, os bandidos mandaram o motorista e cobrador descerem, despejaram combustível e atearam fogo no veículo. 01/08/2016 - Foto: EDISON TEMOTEO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDODois homens incendeiam ônibus na região de Itaquera

Criminosos incendeiam ônibus na região de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo. O atentado ocorreu no início da noite desta segunda-feira (1º) e teve como alvo um veículo da Viação Express Transportes Urbanos.

O coletivo fazia a linha 407-P e havia saído do Terminal Tiradentes em direção à estação Tatuapé, do Metrô. Quando o motorista parou em um ponto da Avenida José Pinheiro Borges, dois homens, armados e encapuzados, surgiram mandaram todos os passageiros descerem.

Em seguida, os desconhecidos obrigaram o condutor e o cobrador a seguirem por mais 500 metros, até as imediações da Rua Cândido Godói, na Vila Brasil. Ali, eles também ordenaram aos funcionários que descessem para, em seguida, despejar combustível, trazido em garrafas pets, e atear fogo no carro.

Assim que as chamas começaram a consumir o ônibus, os criminosos fugiram em direção à favela da Vila Progresso, localizada do outro lado da avenida.

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar foram acionadas, mas quando, elas chegaram ao local, o coletivo já estava completamente destruído.

Não houve feridos e, até o momento, nenhum suspeito foi preso. Segundo a Polícia, a ação seria uma represália à morte de dois traficantes da região.

O ataque foi registrado no 53º Distrito Policial, do Parque do Carmo.

*Informações do repórter Paulo Edson Fiore