Doria destina parte de novas ambulâncias do SAMU para as marginais

  • Por Jovem Pan
  • 11/01/2017 07h41
Samu

Prefeitura de São Paulo vai disponibilizar quatro ambulâncias do SAMU para as marginais dos rios Tietê e Pinheiros.

Os veículos serão utilizados para o atendimento de ocorrências por meio do programa “Marginal Segura” a partir do dia 25 de janeiro.

A data foi escolhida pela administração João Doria para aumentar a velocidade nas duas vias e cumprir uma das promessas de campanha.

Nesta terça-feira (10), a cidade de São Paulo recebeu 14 novas ambulâncias do Ministério da Saúde, além de pouco mais de R$ 51 milhões.

O prefeito João Doria ressaltou que os veículos ficarão em pontos específicos das marginais de maneira preventiva. “Nós não esperamos e nem desejamos que tenha acidente, mas o poder público deve agir preventivamente”, disse.

O tucano explicou também que, em breve, o atendimento dos serviços de resgate que hoje atendem pelos telefones 192 e 193 será unificado e com um único número.

O secretário de Saúde, Wilson Pollara, afirmou que os últimos ajustes estão sendo feitos para que a mudança seja adotada. “O bombeiro quer ter certeza que o SAMU vai atender. Ele não quer atender e depois dar para a Prefeitura e a Prefeitura não vai. Então temos que garantir que todo atendimento vai ser atendido”, explicou.

Wilson Pollara ressaltou que a unificação dos serviços de resgate estadual e municipal deve ocorrer em um prazo máximo de 90 dias.

*Informações do repórter Anderson Costa