Doria diz que vai retirar ocupação do MTST da Av. Paulista ainda nesta semana

  • Por Jovem Pan
  • 06/03/2017 11h58
São Paulo - Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) acampados na Avenida Paulista, em frente ao escritório da Presidência da República, em protesto por moradia popular (Rovena Rosa/Agência Brasil)Membros do MTST acampam em frente a escritório da Presidência da República em São Paulo desde fevereiro

O prefeito de São Paulo João Doria Jr. prometeu que vai retirar o acampamento do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) na calçada da Avenida Paulista em frente ao escritório da Presidência da República, do prédio do Conjunto Nacional e de uma das saídas da estação Consolação do metrô.

Dezenas de integrantes do MTST acampam no local desde o dia 15 de fevereiro em protesto por mais moradias e garantias dos direitos sociais.

“Essa semana se conclui isso. Eu sei de sua aflição e das pessoas também”, disse Doria em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã nesta segunda (6). O prefeito garante que antes da manifestação pró-Lava Jato marcada para o dia 26 de março, “o assunto vai estar resolvido”.

“Nós vamos liberar a Paulista e, evidentemente, nós vamos tentar fazer isso sem violência, nenhum risco às pessoas, mesmo aquelas que são utilizadas indevidamente para esse tipo de movimento”, afirmou Doria.

Doria também entende que cabe à Prefeitura desobstruir as calçadas ocupadas. “A Prefeitura tem direito legal à medida que você está dificultando o direito de ir e vir dos transeuntes. Ela fará isso, mas de uma maneira construtiva, sem estabelecer a violência como princípio básico para a liberação. Nesta semana esse assunto estará resolvido, posso assegurar”.

Assista à entrevista completa de João Doria ao Jornal da Manhã: