Doria garante apoio da iniciativa privada para manutenção de ciclovias

  • Por Jovem Pan
  • 16/01/2017 07h17
SP - FEIRA/ALCKMIN/DORIA - GERAL - O prefeito de São Paulo, João Doria, visita a Couromoda 2017, feira especializada em calçados e acessórios, no Centro de Exposições Center Norte, na zona norte da capital paulista, neste domingo (15). 15/01/2017 - Foto: MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDOJoão Doria - AE

Prefeito de São Paulo, há 15 dias no comando da maior cidade do País se diz incansável, mesmo após rotina envolvendo agendas sequentes durante toda a semana.

Neste domingo (15), João Dória convidou apenas três órgãos de imprensa para uma pedalada pela ciclovia da Faria Lima e um papo durante o descanso em uma frutaria. A Jovem Pan acompanhou o trajeto de oito quilômetros. Ao longo do percurso, foi apontando sujeira pela avenida. De calca jeans, sapatênis e uma camiseta branca Dória garantiu estar com bom fôlego.

Sobre as ciclovias, Dória diz analisar a situação de todas. Aquelas sem pé nem cabeça, afirmou que serão reavaliadas. A proposta é ter apoio da iniciativa privada para o trabalho de manutenção: “nós vamos conceder a preservação de toda a área para o setor privado. Jardins no regime de concessão e a ciclovia, especificamente, uma instituição também do setor privado”.

As zonas Sul e Leste vão ganhar ciclofaixas, implantadas aos domingos, mas ainda sem local definido.

Entre outros assuntos abordados, o prefeito anunciou que apesar dos valores elevados, fará 19 piscinões, através de parcerias com o governo estadual, totalizando 39. “Será inaugurado dentro desses 90 dias, em tempo recorde”, garantiu.

O chefe do executivo municipal também comentou a questão das tarifas do transporte coletivo: “a Prefeitura mantém a tarifa em R$ 3,80. Vamos aguardar a decisão final da Justiça”.

O prefeito ainda disse estudar com a pasta de transportes uma maneira de premiar motoristas que não recebam multas por 12 meses. Não há o modelo exato da premiação.

*Informações do repórter Felipe Palma