Doria promete ações na Cracolândia, mas não detalha plano de ação

  • Por Jovem Pan
  • 19/01/2017 07h43
Cracolândia

O prefeito de São Paulo lamentou ataques na Cracolândia, e prometeu ações locais da prefeitura, entretanto não deu um prazo para atuar na região, nem detalhou um plano de ação.

Segundo João Doria, o Projeto Redenção será feito em 12 áreas de atuação, abrangendo a Cracolândia e outros sete pontos da cidade onde é livre o uso e venda de drogas.

“Vamos agir de forma adequada no plano clínico, social e policial. É uma tristeza uma cidade como São Paulo abrigar uma Cracolândia naquela situação de degradação humana”, disse.

Na última terça (17), a Polícia Militar entrou em confronto com usuários de drogas na Cracolândia, região da Luz, centro de São Paulo. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, um policial ficou ferido e oito pessoas foram detidas.

Doria anunciou durante mais uma ação do Programa Cidade Segura, em blitz na Rua da Consolação, a aquisição de quase mil câmeras de segurança para realizar a vigilância pública. São 2.500 por ano de mandato como meta, afirmou, integrando outras câmeras ao sistema Detecta, usadas não só por radares, mas com a finalidade de monitorar o entorno. 800 câmeras já funcionam neste sistema.

*Informações do repórter Felipe Palma