Em 1ª sessão de Moraes, STF rejeita recurso de defesa de Lula

  • Por Jovem Pan
  • 24/03/2017 07h54
André Dusek/Estadão ConteúdoAlexandre de Moraes, ministro do Supremo

Na primeira sessão de Alexandre de Moraes, Supremo Tribunal Federal rejeita recurso de defesa do ex-presidente Lula.

Os advogados do petista questionavam uma decisão do ministro Teori Zavascki que determinou que ele seja julgado pela Justiça em Curitiba e não pelo STF.

A defesa do ex-presidente alegava ter havido usurpação da competência da Corte com a divulgação das ligações telefônicas entre lula e a ex-presidente Dilma Rousseff.

O ministro-relator da Lava Jato no Supremo, Edson Fachin, defendeu que não há como o processo deve ser mantido na Justiça Federal do Paraná.

A decisão dos ministros foi unânime sobre a questão trazida por Fachin.

No início da sessão, Moraes foi homenageado pelo decano da Corte, Celso de Mello, que falou em nome dos outros ministros.

O novo ministro do STF disse ser uma honra fazer parte do plenário.

No primeiro julgamento, Moraes votou contra o bloqueio das contas do governo de Piauí.

No fim da sessão, os ministros rejeitaram embargo de declaração da defesa do deputado cassado Eduardo Cunha contra a decisão que o tornou réu no STF.

Confira a reportagem completa de Anderson Costa: