Em Bangu, criminosos usavam circuito de segurança para controlar boca de fumo

  • Por Jovem Pan
  • 14/04/2017 11h38
Complexo de Bangu - Reprodução

Bandidos instalam circuito de segurança dentro de boca de fumo para controlar movimento da venda de drogas.

O fato inédito aconteceu em Volta Redonda, no sul do Estado do Rio de Janeiro. A Polícia fez operação na região e, ao chegar em uma boca de fumo, a surpresa: o local era monitorado por um circuito de segurança e as imagens eram transmitidas pela internet para os donos da boca, que estão presos em Bangu.

O fato chamou a atenção dos policiais que agora estão identificando os bandidos que comandavam as operações de dentro do presídio. Segundo investigações, o líder seria Bruno Maxwell da Silva, detido em Bangu.

Mais crime

E um casal reincidente foi preso nesta quinta-feira (13) acusado de liderar a venda de drogas sintéticas em bares, boates e pontos turísticos da zona sul do Rio.

Com eles, foram encontrados 1.500 comprimidos de ecstasy e outras drogas, além de R$ 35 mil. Os dois foram identificados como Letícia de Souza e Leonardo Escorsa. Ambos já tinham sido presos antes por tráfico de drogas sintéticas em boates e bares da capital fluminense.

*Informações do repórter Rodrigo Viga