Em reunião fechada, Papa critica escolas que ensinam liberdade de gênero

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2016 10h18
Vento faz roupa do Papa Francisco atingir seu rosto durante audiência na Praça São Pedro

Em reunião fechada com bispos da Polônia, Papa Francisco criticou escolas que ensinam a liberdade de gênero. O encontro ocorreu durante a realização da Jornada Mundial da Juventude na semana passada em Cracóvia.

Uma transcrição foi divulgada nesta terça-feira (02) pela Santa Sé com frases contundentes de Francisco sobre o tema. Disse o pontífice: “hoje as escolas ensinam para as crianças – para as crianças! – que qualquer um pode escolher seu gênero”.

O Papa classificou o ensino da liberdade de gênero como uma colonização ideológica apoiada por países muito influentes, sem citar quais. O pontífice disse ainda que conversou sobre o tema com o papa emérito Bento XVI, que deixou o comando da Santa Sé em 2013.

Segundo ele, Bento XVI declarou que essa é a época do pecado contra Deus, O Criador, e que ele é inteligente. “Deus fez o homem e a mulher, Deus fez o mundo deste jeito e nós estamos fazendo o contrário”, afirmou o papa alemão a Francisco.

*Informações do repórter Anderson Costa