Nilson Cesar defende Felipe Melo após chave de braço: ‘Não é maldoso como o Fagner’

Assista ao debate do Esporte em Discussão desta segunda-feira, 9

  • Por Jovem Pan
  • 09/11/2020 17h21
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/Cesar Greco/Palmeiras/Luis Moura/Estadão ConteúdoNilson Cesar defendeu Felipe Melo e o comparou com Fagner

O meio-campista Felipe Melo, do Palmeiras, protagonizou um lance polêmico na vitória contra o Vasco, no último domingo, 8, em confronto válido pelo Campeonato Brasileiro. O volante realizou uma chave de braço em Léo Matos, em jogada que repercutiu muito nas redes sociais, mas passou em branco pela arbitragem. Em debate no programa Esporte em Discussão, do Grupo Jovem Pan, o narrador Nilson Cesar saiu em defesa do atleta do Alviverde e afirmou que ele não é maldoso como outros jogadores, como o lateral direito Fagner, do Corinthians, e até mesmo Pelé, o Rei do Futebol.

“Ele não teve intenção de machucar. O Fagner é muito mais duro que o Felipe Melo. E ele é maldoso! O Felipe, não. O Felipe Melo joga duro, tem pegada. Você sabe quem era maldoso? Pelé, o maior do século. O Pelé ia para as divididas para quebrar o adversário. Ele quebrou a perna de um volante chamado Nestor. Ele sempre foi maldoso, apesar de gênio”, disse Nilson.

O profissional da Jovem Pan também lamentou o fato de Felipe Melo ter sofrido uma fratura no tornozelo esquerdo durante a partida – ele precisará de, no mínimo, três meses para se recuperar. “Vai fazer uma falta enorme para o campeonato. É difícil encontrar um jogador desse nível. Precisamos ver se o Patrick de Paula vai corresponder”, complementou Nilson Cesar.

Assista ao debate abaixo: