“O Carille fez cagada”, dispara Vampeta sobre ida à Arábia

  • Por Jovem Pan
  • 24/05/2018 14h22
ReproduçãoPentacampeão mundial, Vampeta faz parte da equipe de comentaristas esportivos da Rádio Jovem Pan

Ídolo do Corinthians e comentarista da Rádio Jovem Pan, Vampeta, definitivamente, não aprovou a decisão de Fábio Carille de trocar o clube alvinegro pelo Al Wehda, da Arábia Saudita. Em participação no Esporte em Discussão desta quinta-feira, o pentacampeão mundial falou grosso e disse que Carille fez “uma cagada” ao aceitar a proposta da equipe árabe.

“O Carille fez uma cagada na carreira dele. Zagallo, Parreira, Felipão, Abel Braga, Joel Santana… Os grandes treinadores do País já passaram pela Arábia Saudita e ninguém consertou o futebol árabe, viu? Os caras lá são meio amadores mesmo. Esse negócio de que a federação da Arábia Saudita quer modernizar o futebol e quer contar com ele… Ninguém consegue mudar o futebol de lá! Eu mesmo… Fui lá, tomei minha cana, ganhei uma moeda e voltei”, afirmou Vampeta, que jogou no Al Samiya, do Kuwait, entre 2004 e 2005.

E o ex-volante foi além. Segundo ele, pelo perfil e trabalho realizado no Corinthians, Carille seria o nome mais forte para possivelmente substituir Tite no comando da Seleção Brasileira depois da Copa do Mundo. A ida à Arábia, no entanto, atrasa esse processo.

“Nunca se rasga dinheiro, mas, pensando no futuro… O Tite não vai querer ficar na Seleção! Ganhando ou perdendo a Copa, ele vai querer a carreira internacional. Qual o nome mais forte no País hoje para assumir a Seleção? Seria o Carille… Era só tapear o Corinthians até a parada (para a Copa)… Maquiar! Ganha do Millonarios na Libertadores, disputa uns dois joguinhos no Brasileiro, espera a Seleção ser eliminada da Copa… O nome dele fica o mais forte de todos”, argumentou.

Segundo Vampeta, nem a questão financeira, nesse caso, seria fator. “Sabe quanto ganha o treinador da Seleção? Ganha bem, viu? O Tite tem o segundo maior salário entre técnicos de seleções no mundo! Só perde para o (Joachim) Löw. O Carille segue a escola do Tite, do Mano (Menezes), tem o mesmo perfil… Iria morder uns 800 quilos de alcatra, falar português, comer arroz e feijão… Mas agora ele vai para lá (Arábia Saudita)… Para ganhar essas alcatras lá é difícil, viu? Não é fácil, não. O dinheiro é suado, porque lá você sofre. O Islã lá é seguido à risca. Se ele segurasse mais uns 40 dias…”, finalizou.

Confira, abaixo, o comentário completo de Vampeta!