Peres desabafa e admite arrependimento com vice: ‘ele é um problema sem solução’

  • Por Jovem Pan
  • 25/09/2018 15h26
Ivan Storti/Santos/DivulgaçãoOrlando Rollo (esq.) e José Carlos Peres (dir.) estão rachados. Vice e presidente do Santos não se entendem

Alvo de um processo de impeachment, o presidente do Santos, José Carlos Peres, voltou a atacar o próprio vice, Orlando Rollo. Em participação exclusiva no Esporte em Discussão desta terça-feira, na Rádio Jovem Pan, o mandatário alvinegro disse ter se arrependido de ter feito aliança com Rollo e o classificou como “um problema sem solução”. Segundo Peres, “a única maneira de tocar o clube é com a renúncia” do vice.

“Como você faz gestão quando o seu vice fica o tempo inteiro te espetando?”, questionou o presidente santista. “Aqui, eu estou profissionalizando todos os departamentos do clube. Quando eu ganhei, no primeiro dia, tinha uma fila de gente me cobrando emprego. Eu não cedi, mas o meu vice cedeu bastante. Nós estamos fazendo uma profissionalização aqui, vamos contratar só via RH, e o meu vice é um problema! E é um problema que não tem solução, porque, em outras gestões, ele fez a mesma coisa. Eu errei quando aceitei fazer uma coligação para ganhar a eleição. Já me arrependi, e a única maneira de tocar o clube é com a renúncia dele!”, disparou.

Orlando Rollo e José Carlos Peres estão rachados desde fevereiro. A situação chegou a ficar controlada, mas explodiu no início do mês, com a possibilidade de impeachment de Peres. O vice argumenta que o presidente não sabe que rumo dar à sua administração e que “a cada hora pensa uma coisa”. Peres, por sua vez, acusa Rollo de estar “movido pelo desejo de alcançar o poder”.

Questionado sobre por que aceitou ter Rollo como vice, mesmo sabendo do seu histórico pouco conciliador dentro do clube, o presidente foi enfático: “mea-culpa, porque eu acreditei… Eu sempre dizia que o Rollo tinha mudado, que ele era outra pessoa, que estava mais participativo, mais consciente do que era administrar um clube, mas me enganei redondamente!”.

“Se você parar pra pensar, ninguém conhece o vice do Palmeiras, do Corinthians, do São Paulo… Ninguém conhece! Porque o cara não aparece! O Leco foi vice no São Paulo por muitos anos e nunca apareceu… Estava sempre ajudando, mas se mantendo na dele, e a vez dele chegou. Essa ânsia de querer derrubar para depois assumir é uma coisa que não dá para explicar”, finalizou.

A votação para definir o impeachment de José Carlos Peres foi marcada para o próximo sábado, na Vila Belmiro. Uma decisão liminar da Justiça, porém, suspendeu temporariamente o pleito. Mesmo assim, Peres está convicto de que a votação será realizada no dia previamente determinado.