Sucessor de Avallone no Mesa Redonda, Flavio Prado lamenta morte do amigo: ‘Peguei um produto pronto’

  • Por Jovem Pan
  • 25/02/2019 13h25
ReproduçãoO comentarista Flavio Prado é um dos integrantes da equipe de esportes da Rádio Jovem Pan

Responsável por substituir Roberto Avallone na apresentação do programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, Flavio Prado lamentou a morte do amigo. Durante o Esporte em Discussão desta segunda-feira, na Rádio Jovem Pan, o comentarista exaltou o icônico jornalista esportivo e disse que “pegou um produto pronto” ao sucedê-lo no comando da atração em outubro de 2003.

“O momento mais marcante que eu tenho com o Avallone foi no dia em que fui contratado para apresentar o Mesa Redonda. Esse programa tem uma marca muito importante, que começou nos anos 70 com Milton Peruzzi, passando por Roberto Petri, mas que ganhou a força que tem com o Roberto Avallone. As pessoas mais jovens imaginam que eu estive sempre lá. Mas, na verdade, eu peguei um produto pronto, sensacional, graças ao Avallone. Essa coisa da gozação, da brincadeira, dos debates acalorados, foi criada por ele. Era uma marca dele”, afirmou Flavio Prado.

“O Avallone saiu da Gazeta, e ele tinha um apreço muito grande pelo Mesa Redonda. No dia em que eu acertei para substituí-lo, tocou o meu telefone. Eu atendi, e era o Avallone. Ele me disse: ‘graças a Deus você vai apresentar o Mesa. Eu tinha muito medo de que o meu filho não ficasse na mão de alguém que eu goste. Que bom que está com você! Boa sorte!’. Isso foi muito emocionante para mim, e ele me entregou o filho dele com o maior carinho, o maior respeito. Eu lamento muito a morte do Avallone”, acrescentou.

Roberto Avallone fez história na televisão brasileira como apresentador do Mesa Redonda. Irreverente e polêmico, o jornalista alcançou alguns dos maiores índices de audiência da história da TV Gazeta e ficou à frente do programa por 18 anos, de 1985 a 2003. Ele morreu no fim da manhã desta segunda-feira, aos 72 anos, vítima de problemas cardíacos.