Fraudes em licitações causam prejuízo de R$ 25 mi aos cofres públicos

  • Por Jovem Pan
  • 22/03/2017 07h30
Dinheiro - publicas

Polícia Federal do Mato Grosso do Sul deflagra a operação Licitante Fantasma, para combater a fraude em licitações federais no sistema de pregão eletrônico do site “ComprasNet”.

De acordo com a PF, o prejuízo é de pelo menos R$ 25 milhões aos cofres públicos.

Nesta terça-feira (21), dois empresários foram presos, suspeitos de comandar o esquema que venceu 380 pregões entre 2011 e 2014 simulando falsa concorrência.

O diretor regional de combate ao crime organizado da PF no Estado do Mato Grosso do Sul, Cleo Mazzotti, disse que o esquema foi denunciado por um empresário que recusou convite para participar da fraude.

“A PF foi procurada em 2013 por um indivíduo que tinha participado de uma licitação com essa organização criminosa que burlava pregões do CompraNet. Eles faziam propostas falsas tentando tirar os outros licitantes de concorrência e tentando ganhar com os preços mais altos”, explicou.

De acordo com o delegado da PF, os dois suspeitos serão indiciados por fraude a licitação, estelionato qualificado e formação de quadrilha.

Eles controlavam cerca de 15 empresas fictícias e com a deflagração, a PF pretende encontrar outros suspeitos que participavam da fraude de licitação

*Informações do repórter Victor Moraes