Google lança versão do Android para relógios inteligentes

  • Por Carlos Aros/ Jovem Pan
  • 19/03/2014 10h46
Relógio Google

E o que até bem pouco tempo atrás era tratado apenas como tendência, como um “pode vir a ser”, hoje já ganha contornos mais reais. Estou falando dos computadores vestíveis (wearables, em inglês). São produtos como relógios, anéis, óculos, pulseiras, etc, que além de servirem como acessórios também trazem um computador embarcado, possibilitando ao usuário – que agora veste o dispositivo – acessar seus emails, tirar fotos, fazer chamadas em vídeo, acessar redes sociais, enfim, realizar um grande número de tarefas antes restritas aos PCs, smartphones e tablets.

Nesta terça-feira (18) o Google anunciou sua entrada oficial nesse segmento com o lançamento do Android Wear, sistema operacional para relógios inteligentes.

 

Neste primeiro momento, os relógios são o foco do novo sistema operacional, como indicado no vídeo promocional divulgado pela companhia. O mote do teaser é a mobilidade. “Informação que se move com você” é o título da campanha que apresenta todas as possibilidades de interação com o dispositivo.

Em seu blog oficial, o Google diz que o Android Wear mostrará sugestões e informações importantes, como o Google Now já faz, além de trazer aplicativos, permitindo que o usuário receba notificações de rede sociais e apps de bate-papo.

 

Também estará funcionando no Android Wear o comando “Ok, Google”, que permite ao usuário falar com o relógio para fazer perguntas, ativar aplicações ou fazer buscas no Google.

 

A previsão é de que o lançamento do novo sistema ocorra ainda neste ano, mas o Google ainda não informou a data. Logo após o lançamento, algumas fabricantes já confirmaram o lançamento de produtos que rodam o Android Wear.