Governo irá reforçar distribuição de camisinhas durante o Carnaval

  • Por Jovem Pan
  • 22/02/2017 07h44
Jornal diz que 450 mil camisinhas serão distribuídas no Rio 2016

O Ministério da Saúde vai intensificar a distribuição de preservativos, tentando reduzir a circulação de doenças sexualmente transmissíveis, durante o Carnaval.

Os principais focos da campanha são jovens, com idades entre 15 e 24 anos, já que, nesta faixa etária, o uso de camisinhas vem caindo, nos últimos anos. A grande preocupação é em relação ao avanço da AIDS.

Entre jovens de 20 a 24 anos, a taxa de detecção da doença subiu de 15 casos a 100 mil habitantes, em 2006, para quase 22 casos, em 2015.

No grupo dos adolescentes com idades entre 15 e 19 anos, o índice mais que dobrou, passando de 2,8 em 2006, para 5,8 em 2015.

O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, ressaltou que o uso do preservativo é a única forma de conter o aumento das infecções pelo vírus HIV.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, lembrou ainda que muitos portadores da AIDS não sabem que estão infectados pelo HIV e destaca a importância da realização dos testes para detecção da doença.

Ao todo, mais de 74 milhões de preservativos masculinos foram distribuídos pelo governo federal para atender a demanda durante o Carnaval.

Ao longo de todos os dias da festa, agentes do Ministério da Saúde irão entregar as camisinhas aos foliões, que estiverem nos blocos de rua.

As ações deverão acontecer em Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Brasília, Olinda, Ouro Preto, Diamantina e Florianópolis.

*Informações do repórter Victor Brown