Governo quer vacinar todas as crianças de até 5 anos contra a febre amarela em 2018

  • Por Jovem Pan
  • 31/03/2017 06h49
vacina - febre amarelavacina - febre amarela

O Ministério da Saúde estuda no ano que vem vacinar todas as crianças do País até 5 anos, contra a febre amarela.

Hoje a vacinação é feita de forma regular em 19 Estados brasileiros. O Governo avalia também a possibilidade de incluir nessa lista o Rio de Janeiro e o Espírito Santo. Para o Rio, onde está havendo uma corrida aos postos de saúde, o Ministério vai enviar 200 mil doses extras da vacina.

Só para se ter uma ideia, o Governo envia aos 19 Estados onde a vacinação é recomendada, 16 milhões de doses da vacina contra a febre amarela por ano.

Nos últimos meses, com o reaparecimento da febre amarela em regiões onde a doença não era uma preocupação, o Governo já encaminhou 20 milhões de doses extras da vacina.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, explicou que em algumas localidades pode haver uma demora no atendimento, mas o Governo está tentando atender a toda a demanda. “As filas podem acontecer em um dia e não acontecer em outro. É diferente das vacinas recomendadas”, alertou.

Para poder vacinar um número ainda maior de pessoas que buscam preocupadas os postos de saúde, o Governo estuda a possibilidade de fracionar as doses. Ou seja, uma dose fracionada poderia atender a 5 pessoas de forma emergencial.

O problema é que a duração do efeito da vacina ficaria reduzido, ou seja, em um ano uma nova dose seria necessária.

A Organização Mundial da Saúde recomenda a aplicação de apenas uma dose da vacina contra a febre amarela.

Aqui no Brasil o Ministério orienta uma segunda dose após 10 anos, o que imunizaria por toda a vida.

*Informações da repórter Luciana Verdolin