Grécia anuncia que não ampliará pacote de austeridades impostos pela UE e FMI

  • Por Jovem Pan
  • 15/02/2017 10h35
Grécia crise

Já há sete anos com um arrocho agressivo, a crise na Grécia volta à tona após o governo de Atenas anunciar que não irá ampliar o pacote de austeridades impostos pela União Europeia e pelo Fundo Monetário Internacional como parte do socorro financeiro que as entidades apresentaram ao país.

Nesta terça-feira (14), o governo local confirmou que o PIB grego sofreu mais uma retração no último trimestre de 2016 de 0,4%. A situação da Grécia, portanto, segue extremamente instável.

O governo de extrema esquerda liderado por Alexis Tsipras já teve de ceder uma vez para não levar o país à falência, mas ele afirmou que o limite do arrocho já foi atingido e que agora é preciso reestruturar o país. O FMI concorda com a posição dele e disse que não será mais parceiro da União Europeia na gestão dessa crise se os europeus não reestruturarem a dívida.

Confira as informações do correspondente da Jovem Pan na Europa, Ulisses Neto: