Greenpeace denuncia tóxico presente em roupas infantis

  • Por Jovem Pan
  • 18/02/2014 14h30
#reiestanu

Quem compra roupas caras, de marca, para seus filhos espera no mínimo que sejam seguras. Mas será que elas são? O Greenpeace está com uma campanha com tema super importante.

Eles dizem que “Não importa o quanto você paga, essas lindas roupas estão escondendo uma verdade terrível.” E seguem:  “Os resultados da investigação do Greenpeace Internacional revelaram que muitos desses produtos não são o que eles alegam ser. A propaganda mostra essas roupas como exclusivas, mas os níveis de químicos perigosos encontrados em muitas delas não foi diferente daqueles encontrados em marcas comuns. O risco seria “ A concentração de um determinado químico perigoso (etoxilato de nonilfenol – NPE) em alguns itens etiquetados como “Made in Italy” podem até levantar a questão sobre se essas roupas foram mesmo inteiramente produzidas na Europa”.  Eles dão nomes aos bois: “Marcas como Versace, Louis Vuitton, Dior e Dolce&Gabbana podem até embrulhar suas roupas em belos contos de fadas, mas na realidade elas estão tecendo uma rede de mentiras para seus consumidores.”

A problemática se estenderia a problemas ambientais: “O lançamento de químicos perigosos nos nossos rios e lagos não é um conto de fadas e não acontece numa terra distante. Nós somos todos afetados por isso. A produção têxtil é uma das maiores fontes de poluição das águas no Sul do planeta, onde o uso de substâncias químicas perigosas continua não regulamentado. Os mesmos químicos que são despejados nos rios em centros de produção como a China também estão sendo derramados de roupas compradas e vendidas por todo o mundo. Liberados no meio ambiente, eles podem se tornar substâncias tóxicas capazes de causar distúrbios hormonais e gerar riscos de saúde para crianças e adultos.”

O Greenpeace afirma: “Essas marcas estão brincando com o futuro de nossas crianças ao utilizar perigosos químicos para fazer nossas roupas e assim permitir seu despejo contínuo em nossos rios, lagos e mares ao redor do mundo. Esse pesadelo afeta a todos nós, mas tem algo que podemos fazer. Como pais e adultos, podemos todos ser super-heróis em nome das crianças e assegurar que essas marcas parem com essa mentira fashion e corrijam o que está errado. Criar um futuro livre de tóxicos para nossas crianças não é apenas urgente, é também possível. Mande um email para Versace, Louis Vuitton, Dior e Dolce&Gabbana pedindo uma moda livre de substâncias tóxicas perigosas!”