Hacker suspeito de ter roubado mais de US$ 2 bilhões em golpes é preso em SC

  • Por Jovem Pan
  • 28/10/2016 09h02
Hacker

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (27) em Blumenau, no interior de Santa Catarina, um hacker americano procurado pela Interpol.

Michael Knighten é suspeito de ter cometido crimes cibernéticos e teria aplicado golpes contra empresas dentro e fora dos Estados Unidos.

O rapaz utilizava um nome falso no Brasil e foi preso depois que os policiais coletaram, em uma academia, um copo de vidro usado por ele.

As impressões digitais encontradas foram comparadas com outros registros, disponibilizados pela Interpol e a fraude foi constatada.

O delegado André Luís Carmo, chefe-substituto da Interpol no Brasil, explicou que o criminoso usava mensagens de e-mail falsas, para enganar as empresas. “Ela intermediava e lançava e-mails. Encaminhava para a empresa A e dizia para pagar o que se devia a empresa B”, disse.

Segundo o delegado André Luís Carmo, foram apreendidos aproximadamente R$ 4 milhões em bens, incluindo veículos de luxo e cédulas de dinheiro.

Um imóvel de alto padrão, avaliado em R$ 3 milhões, localizado em Blumenau, também foi objeto de sequestro.

A estimativa da Interpol é de que, nos últimos dois anos, os esquemas de Michael Knighten tenham causado prejuízos de US$ 2 bilhões.

Mais de 12 mil empresas teriam sido alvos dos ataques em todo o mundo. O hacker permanece detido em Blumenau e a Polícia Federal aguarda definição da Justiça para determinar para onde ele será levado, enquanto aguarda extradição.

*Informações do repórter Vitor Brown