Hillary Clinton rebate discurso de Trump ao dizer que diversidade não é fraqueza

  • Por Jovem Pan
  • 07/03/2016 11h48
Hillary Clinton

 O republicano Ted Cruz surpreendeu ao vencer as primárias em dois estados. Já Bernie Sanders mostrou que ainda respira na disputa entre os democratas. O Partido Republicano realizou prévias em quatro estados no sábado (05/03), sendo que Cruz venceu no Kansas e no Maine enquanto Donald Trump foi vitorioso na Louisiana e no Kentucky.

Marco Rubio conseguiu uma vitória no território de Porto Rico no domingo (06/03) e é o preferido entre os caciques do partido, mas tem cada vez menos espaço com Donald Trump, que ainda tem ampla liderança nas primárias e continuou exercitando a língua afiada: “Eu quero cumprimentar Ted pelas vitórias do Maine e do Kansas. Ele foi bem no Maine porque é perto do Canadá. Acho que o Marco Rubio teve uma noite muito ruim e deve desistir”. Com metade dos estados conquistados por Trump, Ted Cruz pode ter dificuldades para se apresentar como uma alternativa ao líder das primárias.

O coordenador do Observatório Político dos Estados Unidos, Geraldo Zahran, acredita que a questão vai ser resolvida antes da convenção do partido. “O Cruz vai tentar atrair um pouco do eleitorado do Rubio, mas é difícil porque os discursos são bem diferentes. A gente pode esperar antes da convenção que a decisão esteja tomada”.

Enquanto isso, entre os Democratas, Bernie Sanders venceu em Kansas, Nebraska e Maine. Hillary Clinton levou na Louisiana. A ex-secretária de estado e ex-primeira dama se referiu a Donald Trump em seu discurso no sábado, já trazendo a disputa para o campo das eleições gerais: “A América é forte quando todos somos fortes. Nós temos trabalho a fazer, não para fazer a América grande, ela nunca deixou de ser grande, temos que fazer a América completa. Diversidade é uma fortaleza , não uma fraqueza”.

Entre os Democratas, Hillary tem vitórias em 11 estados e um território, enquanto Bernie Sanders levou oito estados. As próximas semanas vão ser decisivas para a corrida eleitoral americana com estados bastante populosos em jogo como Michigan, Ohio e Flórida.