Hillary explica uso de e-mail pessoal e Trump chama rival de desequilibrada

  • Por Jovem Pan
  • 08/08/2016 09h27
MR04 WASHINGTON (ESTADOS UNIDOS) 05/07/2016.- La virtual candidata demócrata a la Casa Blanca, Hillary Clinton, pronuncia un discurso durante la 95ª asamblea de la Asociación Nacional de Educación (NEA) celebrada en Washington, Estados Unidos hoy, 5 de julio de 2016. La Asociación Nacional de Educación es el mayor sindicato de profesores del país. EFE/Michael ReynoldsCandidata democrata Hillary Clinton - EFE

Após semana que marcou avanço de Hillary Clinton, Donald Trump chama oponente de desequilibrada.

A polêmica tomou conta do fim do semana nos Estados Unidos e começou após uma declaração da democrata em uma das poucas entrevistas coletivas que ela tem participado.

Ao explicar porque usou um e-mail pessoal quando era secretária de Estado, Hillary disse que pode ter sofrido um curto-circuito. Trump não perdoou, classificou Clinton como instável e totalmente desequilibrada.

“Ela tem um curto circuito no cérebro, ela tem problemas”, disse o republicano. O candidato ainda disse que os americanos não vão eleger uma pessoa que tem curto-circuito na cabeça.

As polêmicas do republicano não estão surtindo resultados. As últimas pesquisas de opinião apontam para um crescimento de Hillary Clinton.

A democrata agora lidera por oito pontos a corrida pela Casa Branca em pesquisa do jornal The Washington Post com o canal ABC.

A explicação para a ascensão da democrata está nas convenções dos dois partidos, realizadas em julho.

Se por um lado, os democratas apareceram unidos, os republicanos mostraram um partido fragmentado e dividido, um problema que precisa ser resolvido por Donald Trump.

*Informações do repórter Victor LaRegina