“A Hora do Agronegócio” faz cobertura integral do 14º Congresso da ABAG

  • Por Mariana Grilli/Jovem Pan
  • 20/08/2015 17h14
SÃO PAULO,SP,03.08.2015:ALCKMIN-CONGRESSO-AGRONEGÓCIO - O governador Geraldo Alckmin (gravata vermelha), o presidente da Abag, Luiz Carlos Corrêa Carvalho e o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo participam da abertura do 14º Congresso Brasileiro do Agronegócio (CBA), com o tema ? Sustentar é Integrar ?, no Centro de Convenções do Hotel Sheraton WTC, em São Paulo (SP), nesta segunda-feira (03). (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Folhapress)Governador Geraldo Alckmin durante abertura do 14º Congresso Brasileiro do Agronegócio (CBA)

O programa “A Hora do Agronegócio” completa um mês e para registrar a data, José Luiz Tejon entrevistou o secretário de Agricultura do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, nos estúdios da Rádio Jovem Pan. No dia 09 de agosto também foi ao ar a cobertura do 14º Congresso da Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG).

Realizado nos dias 3 e 4, o evento teve como objetivo desenvolver debates sobre produção nacional, segurança alimentar, renda e energia. Autoridades como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), o ministro de Ciências e Tecnologia, Aldo Rebelo (PCdoB), e o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, André Nassar, estiveram presentes.

Durante discurso, Alckmin afirmou que a Hidrovia Tietê-Paraná deverá ser reaberta à navegação até fevereiro do ano que vem, já que ela é uma das principais rotas de escoamento da produção agrícola de São Paulo. Até agora, foram investidos R$ 1,5 bilhão na hidrovia, sendo R$ 600 milhões do Estado e R$ 900 milhões da União. Estes recursos serão direcionados, entre outras obras, para aumentar o calado dos rios para comportar as embarcações.

Produzido por Mariana Grilli e com edição de Reginaldo Lopes, “A Hora do Agronegócio” conversou com o presidente da Associação Brasileira de Indústrias do Alimento (ABIA), Edmundo Klotz. Ele mostrou que o Brasil é, atualmente, o segundo maior exportador no quesito valores, arrecadando 428 bilhões de reais apenas no setor alimentício. Na opinião de diretor geral do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITA), Luis Madi, o País só não é o primeiro em valores de exportação, devido à defasagem de modernização e incentivos.

José Luiz Tejon também ouviu o presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), Maurício Antônio Lopes, e o presidente da Aprosoja, Almir Dalpasquale, que integraram o Fórum Alimentos, realizado no segundo dia de congresso.

“A Hora do Agronegócio” vai ao ar todos os domingos, às 7h. Para ouvir na íntegra a cobertura do 14º Congresso da Associação Brasileira do Agronegócio e também obter outras informações sobre o agrobusiness, dê play no áudio que está no começo da matéria.