Hospitais que recebem dinheiro público serão analisados por gestão de recursos

  • Por Jovem Pan
  • 21/04/2016 14h21
Edson Lopes Jr/ (Arquivo) – A2 Comunicações Santa Casa de São Paulo

 Hospitais filantrópicos, ambulatórios municipais e autarquias que recebem repasse da Saúde Estadual vão ser auditados a partir da segunda quinzena de maio. A cada semana, uma unidade ou instituição será sorteada para receber a visita de especialistas com o objetivo de detectar desperdício e avaliar o atendimento.

A medida visa evitar rombos como o da Santa Casa de São Paulo que foi mal gerenciada por 10 anos. O Secretário da Saúde, David Uip, reforça que a ideia é analisar a gestão da qualidade do uso do dinheiro público: “Nós temos cada vez mais que melhorar a nossa gestão, acabar com o desperdício e perseguir os descalabros. Infelizmente isso é uma realidade, não entendam essa auditoria como algo punitivo, o objetivo é ajudar a qualificar a gestão”.

Depois da Santa Casa, o Santa Marcelina que tem 730 leitos é o hospital que recebe mais verbas da saúde pública. Cerca de 10 mil pacientes por mês chegam ao Pronto Socorro pelo SUS no complexo da zona leste.

A diretora Irmã Monique Bourget diz que o controle imposto pela Secretaria é primordial: “Eu acho que é fundamental porque o gestor tem que acompanhar quem ele financia. A saúde é um lugar onde tem um financiamento pequeno, então é mais eficiente ter controle e acompanhamento”.

O Secretário David Uip estima que o desperdício no setor varie de 20% a 30% .

Informações: Renata Perobelli