Incêndio em favela de Guarulhos pode ter sido causado por ex-detento

  • Por Jovem Pan
  • 19/02/2016 07h56
SP - INCÊNDIO COMUNIDADE HATSUTA/RESCALDO/GUARULHOS - GERAL - Rescaldo do incêndio que atingiu a comunidade Hatsuta em Guarulhos (SP), na noite desta quinta-feira (18). Ao menos 50 barracos foram atingidos. Vinte viaturas do Corpo de Bombeiros foram deslocadas até o local. Não há informação sobre feridos. A Defesa Civil esteve presente para auxiliar moradores. 19/02/2016 - Foto: FLORIO E./FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOIncêndio em favela de Guarulhos

 Um incêndio destruiu barracos em favela de Guarulhos, na Grande São Paulo. O fogo na Favela Hatsuta, localizada na Rodovia Presidente Dutra, entre as avenidas Monteiro Lobato e Presidente Tancredo Neves, no Jardim São Roque, começou por volta das 20h30 de quinta-feira (18/02).

O Corpo de Bombeiros enviou 24 equipes da cidade e também da capital para os trabalhos de combate às chamas, que foram rapidamente apagadas. Não houve feridos e as causas do incêndio ainda são desconhecidas, mas há informações, ainda não confirmadas, de que o fogo teria sido iniciado por um ex-detento, que voltou para casa e ateou fogo no local com a intenção de matar a mulher e o filho, mas eles conseguiram escapar.

Nem os Bombeiros nem a Defesa Civil souberam informar quantas moradias foram destruídas. Assistentes sociais da Prefeitura foram acionados para cadastrar as famílias que perderam tudo.

Uma igreja localizada na região também será utilizada para abrigar parte dos moradores que ficaram desabrigados. A Favela Hatsuta, que tem o nome da mesma empresa que foi dona da área onde hoje existe a comunidade, já foi palco de outros três incêndios nos últimos quatro anos.