Incêndio que matou dezenas em Londres começou em uma geladeira

  • Por Ulisses Neto/Jovem Pan Londres
  • 23/06/2017 15h16
FA001 LONDRES (REINO UNIDO) 14/06/2017.- Bomberos trabajan en las labores de extinción del incendio declarado en la Torre Grenfell en Lancaster West Estate en Londres (Reino Unido) hoy, 14 de junio de 2017. Al menos 30 personas han resultado heridas en el incendio de una torre residencial de 27 plantas, en el centro-oeste de Londres, que han sido trasladadas a cinco hospitales de la capital británica, informó hoy el servicio de ambulancias. EFE/Facundo ArrizabalagaIncêndio de grandes proporções atingiu prédio residencial na capital britânica

A polícia de Londres confirmou agora nesta manhã que o incêndio na Grenfell Tower, a semana passada, que deixou ao menos 79 mortos começou mesmo em uma geladeira.

O eletrodoméstico foi fabricado pela Whirlpool, que ai no Brasil produz as marcas Consul e Brastemp. A empresa inclusive já emitiu um alerta para quem tem aparelhos do mesmo modelo em casa aqui na Inglaterra.

A conclusão dos investigadores é de que, portanto, o incêndio não foi causado intencionalmente. O caso será tratado pela polícia como homícidio culposo. Os especialistas alertaram, no entanto, que o trabalho de apuração sobre a tragédia só estará concluído no final do ano.

Ao mesmo tempo, a polícia fez um teste no material usado para isolamento térmico do prédio e ele é sim inflamável como se especulava, e ajudou a espalhar o fogo de forma trágica.