Incidência de tuberculose no Brasil cai 20% em dez anos

  • Por Jovem Pan
  • 25/03/2016 11h26
Exame de tuberculose

Incidência da tuberculose cai 20% em dez anos no Brasil. O Ministério da Saúde afirma que em 2016 o país tinha 38,7 casos para cada cem mil habitantes. Em 2015, esse patamar passou para 30,9 ocorrências em cada cem mil pessoas.

O ex-presidente da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisologia, Roberto Stirbulov, ressaltou a importância do diagnóstico precoce. “A tuberculose é transmitida de pessoa para pessoa. Quando existe alguém com tuberculose e inicia rapidamente o tratamento adequado, ele para de tansmitir. Quanto mais rápido o início do tratamento, menor a transmissão”.

Em relação ao número de casos novos, a redução foi de 12,5% nos últimos dez anos, indo de 72 mil para 63 mil.

A coordenadora da pós-graduação da Faculdade Santa Marcelina, Raquel Saito, disse que alguns pacientes desistem do tratamento antes da hora. “O tempo de trtamento é longo. A pessoa melhora e acha que está curada e para o tratamento. Esse é um fator de risco que contribui para que a doença se mantenha com indicadores tão altos”, explicou.

O principal sintoma da tuberculose é a tosse por mais de três semanas e qualquer pessoa nesse quadro deve fazer o diagnóstico. São mais vulneráveis à doença as populações indígenas, presidiários, moradores de rua e as pessoas vivendo com o HIV.