Industriais prometem presença de peso na manifestação pelo impeachment

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2016 12h03
Paulo Skaf

 Mais de 100 entidades ligadas ao setor industrial se reuniram em São Paulo e defendem saída a presidente da república, Dilma Rousseff do poder. Além disso, os empresários rejeitam veementemente o aumento de impostos. O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf, acrescenta que as associações estarão empenhadas em engrossar a manifestação pró-impeachment do dia 13/03 na Avenida Paulista: “Nós entendemos por unanimidade que realmente esse governo da Senhora presidente da República perdeu a credibilidade e a confiança e isso está levando a uma deterioração total da economia do Brasil, dos empregos, do empreendedorismo. Isso está custando muito caro para a nação brasileira”.

Questionado se a entidade defende também a saída do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, Skaf aponta que o foco para o dia 13 é o governo federal: “Nós temos um problema maior na visão de todos que é a questão do Brasil estar vivendo como um navio à deriva, em meio a uma tempestade e próximo a rochas. Há a necessidade de haver uma retomada no comando do País, com unidade e todos se esforçarem para a resolução dos problemas”.

Paulo Skaf aponta a necessidade de reforço na segurança da Avenida Paulista para que a manifestação transcorra de maneira tranquila e pacífica.

Informações: Daniel Lian