João Doria Jr. promete acabar com filas para exames em hospitais em um ano

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2016 09h05
João Doria Jr. (PSDB) foi o terceiro candidato à Prefeitura de São Paulo a ser sabatinado no Jornal da Manhã da Jovem Pan

Apostando em parcerias com o setor privado, o candidato à Prefeitura de São Paulo João Doria Junior (PSDB) prometeu “zerar” a fila de pessoas esperando exame no sistema de saúde pública municipal, em sabatina ao Jornal da Manhã da Jovem Pan desta quarta-feira (14).

O tucano fala em “mais de 100 mil” pacientes aguardando serem chamados pela rede pública, mas o número pode ser maior. Levantamento de maio obtido pelo jornal O Estado de S. Paulo pela Lei de Acesso à Informação apontava 347 mil pessoas na fila para exames. “Em um ano nós vamos zerar essa fila de 100 mil”, prometeu Doria.

Doria acredita que o déficit no atendimento pode ser suprimido por meio de parcerias com hospitais privados no horário da madrugada. Os exames seriam realizados das 20h às 8h e bancados pela Prefeitura. “Há mais de 40 hospitais privados que de noite têm uma queda sensível de adesão”, diz.

Doria não vê conflito entre a promessa e o provável orçamento reduzido da cidade, em meio à crise econômica. Ele entende que sua proposta é mais viável, uma vez que não necessitaria da construção e compra de novos equipamentos públicos, mas se valeria dos já existentes na rede privada de saúde. Doria lembra que o orçamento para a Saúde previsto é de R$ 9,4 bilhões no ano.

O candidato, que se apresenta como “empresário, não político”, pede para ser cobrado da promessa de zerar as filas dos exames, caso eleito. “Pode cobrar. Assim que eu quero ser um bom gestor, com marcação homem a homem”, afirmou.

ASSISTA À PARTICIPAÇÃO COMPLETA DE JOÃO DORIA JR. NO JORNAL DA MANHÃ: