John Neschling nega participação em desvios e culpa ladrões

  • Por Jovem Pan
  • 18/08/2016 09h21
John Neschling

Maestro John Neschling negou participação em desvio de recursos no Teatro Municipal e culpou ladrões pelo dano irreparável à cultura de São Paulo. O diretor artístico depôs à CPI da Câmara.

Neschling é acusado pelo ex-diretor da Fundação Teatro Municipal, José Luiz Herencia, que é réu confesso no Ministério Público, no esquema que gerou prejuízo de R$ 15 milhões aos cofres públicos.

O maestro garantiu que Herencia e o ex-diretor-geral do Instituto Brasileiro de Gestão Cultural, William Nacked, a organização social responsável pela gestão do teatro, são os responsáveis pela corrupção na instituição.

Neschling foi questionado pelo alto salário e explicou que é contratado do IBGC, para a direção artística na Fundação Teatro Municipal.

John Neschling chegou a ser demitido em 2015 por William Nacked, mas o prefeito Fernando Haddad o manteve no cargo por confiar na sua inocência e não haver provas contra ele na Controladoria-Geral do Município.

Confira a reportagem completa de Marcelo Mattos: