1 a cada 3 crianças menores de 5 anos sofre de desnutrição ou sobrepeso

  • Por Jovem Pan
  • 16/10/2019 07h15
EFE/Yahya ArhabO Unicef ainda identificou o crescimento de doenças crônicas não transmissíveis associado a distúrbios alimentares e má alimentação

Uma a cada três crianças menores de cinco anos, no mundo, sofre de desnutrição ou sobrepeso. É o que aponta um relatório do Unicef publicado nesta terça-feira (15) com base nos hábitos alimentares observados nos últimos 20 anos.

Apesar dos avanços no combate à desnutrição entre 1990 e 2015, 149 milhões de crianças têm atraso no crescimento devido à falta de nutrientes. Este número é mais expressivo na África subsaariana e no sul da Ásia.

O Fundo da ONU também alerta que cerca de 340 milhões de crianças sofrem da chamada “fome escondida”. O quadro se dá quando há o consumo de alimentos considerados “calorias baratas”, ou seja, que não dão vitaminas e minerais suficientes para o bom desenvolvimento.

O relatório apontou ainda que, nos últimos anos, a obesidade avançou entre os mais pobres no Brasil e no mundo.

A representante do Unicef no Brasil, Florence Bauer, explica que “crianças e adolescentes estão comendo poucos alimentos saudáveis e muita comida de baixos nutrientes”.  O Unicef ainda identificou o crescimento de doenças crônicas não transmissíveis associado a distúrbios alimentares e má alimentação.

Diante desta situação, o Unicef convoca os governos a agir para que uma dieta saudável seja acessível economicamente e que haja regulamentação da publicidade de produtos processados – assim como a aplicação de etiquetas com informação nutricional facilmente compreensíveis.

*Com informações da repórter Lívia Fernanda