16 mil pessoas estão desabrigadas após explosão em depósito de armas na Sibéria

  • Por Jovem Pan
  • 06/08/2019 10h27
EFELocal fica próximo a cidade de Achinsk

Uma série de explosões em um depósito de armamentos deixou oito feridos e milhares de desalojados, nesta segunda-feira (5), na Rússia. O estoque fica a uma distância de aproximadamente 9 quilômetros da cidade de Achinsk, na Sibéria, o que obrigou os seis mil moradores a evacuarem a região. De acordo com o prefeito da cidade e a agência russa TASS, outros 11 mil habitantes se preparam para abandonar suas casas.

Segundo o Ministério da Rússia para Situações de Emergência, mais de 16 mil pessoas deixaram suas casas na região de Krasnoyarsk. “Foram retiradas 9.533 pessoas de nove localidades e do acampamento Sokol. Além disso, cerca de 7.000 saíram da região de perigo com seus próprios veículos”, explicou a assessoria de imprensa do ministério.

Os soldados se alojaram em um abrigo antibombas durante as explosões sem condições de deixar a base militar. A TASS chegou a divulgar a informação de que um cabo teria morrido durante as explosões, mas o fato foi desmentido pelo Ministério da Defesa do país.

*Com informações do repórter Renan Porto e da agência EFE