5 anos após incêndio, Museu da Língua Portuguesa reabre em 27 de junho

  • Por Jovem Pan
  • 17/12/2019 06h21 - Atualizado em 17/12/2019 07h26
EFE/SEBASTIÃO MOREIRA EFE/SEBASTIÃO MOREIRA A reconstrução do museu envolveu recuperação das fachadas e esquadrias, da cobertura e do espaço interno

O Museu da Língua Portuguesa já definiu a data para reinauguração. No dia 27 de junho de 2020 o Museu retomará suas atividades quase cinco anos após o incêndio, que teve início com um curto-circuito.

O anúncio da data de reabertura foi feito nesta segunda-feira (16).

O secretário de Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão, esteve no evento de divulgação. Ele falou que o a reinauguração trará não apenas a reforma do museu, mas também a ampliação e inovação do espaço.

“Não apenas a restauração do imóvel, mas também ampliação da área ocupada pelo museu, que vai estar agora aberto para a estação de trem.”

Dentre as novidades implementadas, o secretário de Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão, conta que o novo espaço terá um terraço com vista para o Parque da Luz.

Sá ainda afirma que o ambiente contará com um café, que servirá para atrair um novo público – além de ajudar na manutenção do museu.

A reconstrução do museu envolveu recuperação das fachadas e esquadrias, da cobertura e do espaço interno. Em questões de segurança, a reforma incluiu a instalação de chuveiros automáticos contra incêndios.

A ala Oeste, que não foi atingida pelo fogo, também foi reformada.

Até os últimos cálculos, a reconstrução do Museu da Língua Portuguesa custou cerca de R$ 80 milhões. Boa parte do acervo do museu era digital, o que facilitou todo o processo de recuperação.

Até 27 de junho do ano que vem serão feitos testes de funcionamento e treinamentos profissionais.

*Com informações da repórter Camila Yunes