PSOL e Partido Novo apresentam pré-candidatos ao governo de São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 21/05/2018 07h21 - Atualizado em 21/05/2018 07h21
Ana Cichon/Jovem PanPré-candidato ao governo de São Paulo, Rogério Chequer (Partido Novo), garante que pretende acabar com os vícios da velha política

Mais dois partidos apresentaram, neste final de semana, os pré-candidatos ao governo de São Paulo. A representante do PSOL será a pedagoga e professora da USP, Lisete Arelaro. Ela foi duas vezes Secretária da Educação em Diadema e diretora da Faculdade de Educação da USP, entre 2010 e 2014.

Durante o lançamento da pré-candidatura, Lisete disse que um dos objetivos será o combate às desigualdades. Lisete Arelaro é, por enquanto, a única mulher entre os pré-candidatos ao governo de São Paulo.

Quem também se apresentou para a disputa foi o empresário Rogério Chequer, que vai concorrer pelo Partido Novo. Chequer foi líder do Movimento Vem Pra Rua – um dos grupos que atuaram nos protestos pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Segundo ele, o objetivo da candidatura será eliminar os vícios da velha política. A campanha de Rogério Chequer será bancada somente com doações, já que o Partido Novo se recusa a usar recursos do fundo partidário.

Outros pré-candidatos ao governo de São Paulo são o ex-prefeito da capital, João Doria (PSDB), o presidente da Fiesp, Paulo Skaf (MDB), o governador Márcia França (PSB), e o ex-prefeito de São Bernardo do Campo Luís Marinho (PT).

*Com informações do repórter Vitor Brown