Adesão ao saque-aniversário do FGTS começa nesta terça-feira

  • Por Jovem Pan
  • 01/10/2019 06h47 - Atualizado em 01/10/2019 10h00
José Cruz/Agência BrasilBenefício vai ser disponibilizado a partir de abril de 2020

A Caixa Econômica Federal divulga, nesta terça-feira (1), as regras para o chamado saque-aniversário nas contas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). O presidente do banco, Pedro Guimarães, vai divulgar o cronograma e explicar como será o esquema de atendimento aos correntistas do Fundo.

O trabalhador que quiser receber o benefício terá que fazer a adesão aos saques-aniversário, que vão ficar disponíveis a partir de abril do ano que vem, levando em consideração a data de aniversário do correntista.

Quem optar por essa modalidade de saque, e for demitido, por exemplo, não poderá sacar imediatamente o saldo total do FGTS. Ele poderá rever a decisão, mas terá que cumprir carência de dois anos. A multa de 40% no entanto, que é paga pelo empregador, será depositada de forma integral e imediata.

Os valores que serão liberados no chamado saque aniversário vão depender do saldo das contas. Quem tem até R$ 500 poderá sacar 50% do total. Já quem tem acima de R$ 20 mil só poderá sacar 5% mais um adicional mais um adicional de R$ 2.900.

Por enquanto, apenas as retiradas de R$ 500 começaram. Vale lembrar que as duas modalidades, são completamente diferentes e independentes e quem fizer o saque de até 500 reais, não está garantindo a adesão ao saque-aniversário.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin